[REVIEW] A grande aposta

Filme baseado em um livro, cheio de atuações impecáveis, trilha sonora muito boa e roteiro 10!

O enredo se baseia na crise do subprime que começou nos EUA e eclodiu no mundo todo.

O filme está classificado como uma comédia – ela é uma comédia bem sutil, portanto, não espere piadas prontas e risadas fáceis – mas, a forma como ele explica termos técnicos da economia, finanças e investimentos, se encaixa facilmente em um filme didático. (Inclusive os livros usados em escolas e faculdades deveriam usar esse tom irônico, seria bem mais divertido.)

Ele é recheado de pensamentos e diálogos impactantes. Anotei vários pra utilizar posteriormente! Para citar um, um personagem diz em uma cena “que a verdade é igual a poesia… mas, existem pessoas que odeiam poesia” (dei uma amenizada na fala), achei genial!

No filme é mostrado de forma incrível, que a crise do subprime ocorreu devido a negligência de agências de riscos + banqueiros gananciosos + pouca regulamentações + fraudes e um grupo de pessoas do mercado financeiro, visualizaram isso antes de acontecer, apostaram contra o mercado – falando que eles estavam errados – e faturaram com isso!

O interessante disso, é ver os personagens usarem métodos científicos com junção no empirismo, para criar, vislumbrar a tese que o mercado imobiliário financeiro estava colapsando, ficar firme nessa tese por quase três anos, até ver ela se materializar!

E as quatro grandes lições disso – se é que podemos achar apenas quatro:

1 – Não devemos confiar a outros nosso investimentos, devemos conhecer todos os pormenores por trás de cada operação financeira que fazemos ;

2 – Desconfiar de tudo que é “absoluto”, no sentido de que tudo é um risco (ainda mais no mercado financeiro), não existe nada estático, entre tantas coisas que afetam esse setor, além de fraudes, ainda temos a psicologia dos investidores;

3 – Diversificar, sempre! quanto mais nosso dinheiro estiver diversificado, menor a chance de perda;

4 – Quando temos convicção em uma posição, seja ela qual for, temos que ter resiliência e esperar o resultado chegar!

Já assistiu o filme e tem algumas lições que você conseguiu visualizar? conte para nós qual foi!

Anúncios

[Review] Oportunidades disfarçadas

downloadEstamos vivendo uma crise financeira aqui no Brasil e isso assusta a todos: de donas de casas a CEOs de grandes empresas. Mas, pior que a crise financeira é a crise de ideias e otimismo.

Em alguns momentos de nossa vida, depois de algumas experiências, especialmente as negativas, vamos ficando temerosos e avessos a pensar diferente e arriscar. Começando a ter uma crise de ideias e otimismo. É nesse momento, que acabamos não percebendo mais as oportunidades.

Se você está nesse situação, aposto que não foi pior que a que Abraham Lincoln, 16º Presidente do EUA, se encontrou durante os vários fracassos de sua vida, até ser eleito Presidente:

Carlos Domingos, o autor, sabiamente, escolheu Lincoln, para fazer o prefácio(póstumo é claro).

O autor, decidiu escrever este livro, após um artigo que ele publicou na sua coluna semanal no jornal Valor Econômico, intitulado “Oportunidades disfarçadas” (que contava a maneira como várias empresas – no Brasil e no mundo – descobriram uma oportunidades em um tempo de crise), contrariando os anteriores que contavam com 6 ou 7 emails de respostas, teve aproximadamente 183! Esse artigo e suas resposta, foi o start para as pesquisas.

O parágrafo acima, é a síntese do livro, que com 300 páginas, tem centenas de caso de sucesso do surgimento de empresas. E posso garantir, que nos casos contados, não existe um sequer, que surgiu após amplo estudo do mercado, relatórios e planos de negócios. Muito pelo contrário, 100% desses empresas surgiram após uma grande decepção e uma grande necessidade, fazendo com o futuro empreendedor enxergasse naquele viés, a sua chance de sobrevivência.

Pense na seguinte situação, vendedores ambulantes são pessoas nada queridas, David, com 16 anos, vendedor de Enciclopédias, no final do século XIX, sabia muito bem. Ele saíra muito cedo da casa dos pais, para tentar a vida em Nova York. Só que as vendas de Enciclopédias iam de mal a pior, nenhuma dona de casa(seu público principal) se interessava em pelo menos, ver o seu produto. Nessa dificuldade, ele precisa por a “cabeça” para funcionar. Ele então, teve uma ideia, para cada dona de casa que aceitasse ver suas enciclopédia, ganharia de presente um perfume(criado por uma amigo farmacêutico). A ideia deu tão certo, que em poucos meses, todas as donas de casa queriam comprar o perfume e nem queriam saber da enciclopédia. Nascia aí, dessa simples ideia, a Avon, umas das maiores empresas de cosméticos do mundo.

A história de David e do surgimento da Avon, serve para ilustrar como o autor trabalha com a ideia de mostrar empresas reais que transformaram problemas reais em grandes oportunidades. Concordo com Eugênio Staub, Presidente da Gradiente, ao dizer que este livro é melhor do que qualquer antidrepressivo.

Como o estresse no trabalho pode estar matando você (…ou pelo menos sua criatividade)

Seja honesto com você mesmo – Você já teve um dia estressante no trabalho, chegou em casa e pensou: “UAU! ESSE DIA FOI ÓTIMO!”
Provavelmente não, e com boas razões. Pesquisas e mais pesquisas, tem mostrado os estragos que o estresse faz na sua saúde. Com o nosso dia-a-dia cada vez mais rápido, com as mudanças constantes em qualquer mercado, o estresse parece ser inevitável. Infelizmente, ele causa custos significativos, nos trabalhadores e nos trabalhos.

images (1)

EFEITOS NOS TRABALHADORES

Estresse faz muito mal para o corpo humano. Uma Clínica Médica americana especializada em estresse, chamada The Mayo Clinici, disse que a reação que acontece em nosso corpo em uma situação de estresse, é a mesma desenvolvida quando uma caça está se protegendo de um caçador.  E quando mais for o período que o seu corpo ficar nessa situação, mais riscos de desenvolver problemas sérias a saúde terá. Esse “problemas sérios”incluem ataques cardíacos e problemas de memórias. Se isso não for ruim o suficiente, um recente estudo da Universidade da Califórnia, nos EUA, encontrou o seguinte resultado, pessoas que vivem sob uma situação de stress, 4 horas por semana(ou mais) aumenta a chance de doenças mentais. Já na Universidade de Tel Aviv, em Israel, descobriram que se estressar no trabalho tem um grande impacto sobre os níveis de saúde, os funcionários que sofrem mais estresse tem 70% mais chance de desenvolver problemas cardíacos, do que os seus colegas de trabalho sem estresse.

OS efeitos do estresse além de afetar a saúde física e mental, também afetam o convívio com a família. Empresários e pessoas com cargos de alta gerência, tendem a sofrer mais, já que passam mais tempo no local de trabalho do que na própria casa, eles começam a ter uma dificuldade em conciliar a família e o trabalho – o que ocasiona uma situação de estresse. Muitas vezes, pensando a curto prazo, preferem a segunda opção. O grande problema são as doenças em que essas pessoas estão sujeitas, já que estão no grupo de risco. E como ninguém em seu leito de morte desejou “ter trabalhado mais”, nota-se a importância de não sacrificar as horas com seus entes queridos. É importante que esse hora, seja um momento de relaxar e recarregar as energias para enfrentar o próximo dia, com o mínimo de estresse.

EFEITOS NOS NEGÓCIOS

Obviamente, as equipes são compostas de pessoas, e qualquer mudança individual, é sentida pelo grupo.  O estresse também tem efeitos únicos no local de trabalho, onde em qualquer setor, é exigido um mínimo de criatividade e novas idéias para resolver problemas, porém, níveis contínuos de estresse tendem a sufocar a criatividade dos funcionários, o que faz sentido. Afinal, se você sente que está constantemente correndo para apagar incêndios, quando você tem tempo para a criatividade?

O estresse tende a ter um efeito cumulativo – a produtividade cai, porque os trabalhadores têm cada vez menos tempo para resolver problemas e situações. Os trabalhadores com estresse, precisam do dobro de tempo de um trabalhador feliz, para se tornar produtivo. Custo para a empresa, que fica cada vez menos produtiva e ainda corre o risco de ter que arcar com as despesas de um funcionários que sofreu um ataque cardíaco na empresa. Não é à toa que a Organização Mundial de Saúde diz que o estresse é a epidemia de saúde do século 21 – uma epidemia custando as empresas 300.000 milhões dólares por ano, somente nos  EUA.

A IMPORTÂNCIA DA PAUSA

As pessoas simplesmente não podem funcionar como robôs. Até mesmo as máquinas tendem a quebrar quando colocadas sob estresse constante (e crescente). Trabalhadores precisam de um tempo de inatividade para permanecer produtivos e felizes. Essa inatividade podem ser férias ou apenas um passeio de meio-dia para limpar a cabeça.

Claro, todos nós gostaríamos de evitar situações estressantes. Mas não importa o quanto nós tentamos, nós nunca conseguiremos nos livrar completamente do stress no trabalho. Portanto, temos de  enfrentar isso e ver como podemos diminui-lo, dica: você vai encontrar maneiras de mitigar o estresse, em suas horas livres.

Have a Break! 😉

Adaptado de How Stress at Work Might Be Killing You (Or at Least Your Productivity

Elon Musk: Porque ele sonha tão grande e o que podemos aprender

Quase todos os meios de comunicação falaram sobre a criação e o lançamento do Hyperloop(um transporte tubular para pessoas, algo como uma comboio supersônico), pelo Elon Musk, o Tony Stark, em carne, osso e imaginação.

 

Tony, digo, Elon Musk em seu modelo Tesla.
Tony, digo, Elon Musk em seu modelo Tesla.

É um idéia excitante: viajar pelas maiores cidades dos EUA, na velocidade do som, a preço de viagem de avião.

 

Hyperloop: o começo do fim das distâncias
Hyperloop: o começo do fim das distâncias

Esta não é a primeira idéia surpreendente do Sul Africano, Elon  Musk. Na graduação, ele criou o sistema de pagamento online PayPall, com a venda dessa empresa, ele criou a Tesla, uma fábrica de carros elétricos, uma companhia de ônibus espaciais, chamada Space X, essas são só as principais e mais conhecidas obras dele.

Junto com Steve jobs, Richard Branson e Bill Gates, Musk faz parte de um grupo de criadores modernos, que pensam de uma forma unicamente genuína, com idéias aplicáveis no mundo real, e que com certeza, trazem um enorme impacto positivos em nossas vidas.

Pesquisando a vida de Musk, pode ser tiradas algumas conclusões de porque ele sonha (e realiza) tão grande! Aqui vão algumas delas:

  • Ele é um leitor voraz – Sua mãe diz que quando criança, toda vez que eles iam passear, ele sempre sumia… e ela sempre encontrava ele em uma livraria. Ele sempre preferiu a leitura, do que jogos(seja qual forem). Hoje, ele possui uma vasta biblioteca, onde encontra-se livros de todos os assuntos possíveis: decoração, economia, engenharia, administração, espaço, design, fotografia… enfim, parece que seu apetite por livros, realmente faz bem!
  • Ele tem capital para isso – A criatividade pode aflorar de qualquer jeito, mas, existem duas maneiras que colabora: se você for muito pobre(você vai ser forçado a criar coisas para melhorar sua vida) ou se você for muito rico(você terá muito dinheiro para gastar com suas idéias fantásticas). Elon Musk, tem muito dinheiro! Com a venda do PayPall, todo o dinheiro que ele possui, ele investe em seus novos projetos! Ele não precisa de permissão para realizar testes, e nem tem que passar por comitês para ver se sua idéia será aprovada e qual o orçamento. “Eu não estou tentando fazer uma tonelada de dinheiro com isso, mas eu gostaria de vê-lo se concretizar “, disse ele ontem sobre o Hyperloop. “Eu acho que pode ajudar se eu construí um modelo.”
  • Ele tem uma perspectiva global – Nascido na África do Sul, Musk trabalhou em uma fazenda no Canadá antes de frequentar a universidade da Pensilvânia e Califórnia. Ele viaja extensivamente para trabalho e lazer (ilhas, viagens por estrada, etc), o que o coloca em contato com pessoas de diferentes origens, pessoas com diferentes perspectivas e valores na vida. Confrontando e explorar novas pessoas, lugares, idéias, estimula o pensamento novo.
  • Ele tem filhos – Ouvimos várias vezes que quando as pessoas têm filhos toda a sua perspectiva sobre a sustentabilidade e qualidade de vida muda. Musk tem cinco filhos de seu primeiro casamento com Justine Musk. Razão pela qual os seres humanos devem se mover para colonizar Marte, é a preocupação com o futuro. “As crianças são incríveis”, ele sempre diz.
  • Ele estuda história – No pronunciamento sobre o Hyperloop, ele usou em sua discurso fala de Nicola Tesla; Catarina, a Grande; e Henry Fielding. Aqueles que conhecem o passado, tem o poder de mudar o futuro.
  • Ele é “ligado” na cultura pop – Musk não é um cérebro rico mimado longe da realidade. O cara ouve a todos, de Adele a Robbie Williams. Ele gosta de filmes. Ele vai para os clubes (onde ele conheceu sua segunda esposa, a atriz britânica Talulah Riley). Ele joga videogames. Trata-se de uma boa diversão – saídas para relaxamento e potenciais fontes de inspiração (a sua ideia para o Hyperloop veio sentado no trânsito enlouquecedor , por exemplo).
  • Ele é um gênio – Um sinal de inteligência é uma mente capaz de comunicar idéias complexas em termos simples. Para ser capaz de descrever, por exemplo, a tecnologia e a física por trás de um trem em tubo que viaja na velocidade do som em um relatório de 57 páginas que o leitor (leigo nessa área)pode facilmente digerir e (melhor ainda) achar interessante. Ah, e ele é o único cidadão privado na história do homem a enviar com sucesso um foguete e fazer ele retornar, intacto. Não é pouca coisa.

(Adaptado de: Elon Musk’s Hyperloop: Why He Dreams So Big, disponivel em http://www.forbes.com/sites/hannahelliott/2013/08/13/elon-musks-hyperloop-why-he-dreams-so-big/)

Conheça as novidades da Apple apresentadas por Tim Cook na WDC 2013

Hoje aconteceu a fala da Apple no WDC 2013 (WordWilde Developers Conference), e todos esperavam ansiosos pela novidade! E com razão, pois foi aí, que anos atrás nossas vidas mudaram: Steve Jobs, em seu estilo magestral, nos trouxe o iPhone, revolucionando toda a linha de telefonia e a forma como nós usamos o telefone. Em, seguida nos trouxe o iPad, que de inicio foi uma decepção… e hoje, muitas pessoas não conseguem se imaginar sem o seu.

Steve Jobs não estava lá, mas Tim Cook parece que aprendeu a lição com seu antecessor: deixou a platéia e o mundo preso nas novidades que apresentava. Aproximadamente cinco mil pessoas estava presentes no evento, e todos os grande veículos, estavam veiculando, nas redes sociais, em seu próprio website, o que estava sendo apresentado.

O CEO Tim Cook começou Worldwide Developers Conference, anunciando uma versão redesenhada do iOS que ele diz, é a atualização mais significativa para o sistema operacional desde a sua introdução no iPhone em 2007. Criado sob a orientação do chefe de design da Apple, Jony Ive, ostenta uma nova interface com novas cores, ícones e camadas transparentes, será chamado de iOS 7(Segue foto da nova interface).

 

Imagem

Durante uma apresentação de duas horas, Cook, acompanhado por altos executivos da empresa, também, revelou: Mac OS X Maverics com melhor suporte a múltiplos monitores e aperfeiçoamentos no Finder e no Safari; iTunes Radio, novo serviço de música por streaming gratuito para quem tem um gadget da Apple(disponivel primeiro para os EUA, e depois para os demais países); Novos MacBook Air, com processadores Intel da nova série Haswell e Wi-Fi melhorado; Novo Mac Pro, com suporte a monitores de resolução 4K Ultra HD; iWork for iCloud, a versão na nuvem dos aplicativos de escritório da Apple e iOS no carro, recurso que permite conectar um iPhone ao painel de certos veículos. Ah! uma inovação importante a Siri agora responde a muito mais questões!

Os investidores não ficaram tão animados quanto os clientes da Apple fans:  As ações da Apple apenas 9 centavos de dólares, fechando a US$441,72, Isso é um aumenta de 0,02%.

Para quem quiser assistir a conferência, e tirar suas próprias conclusões, segue o link: http://www.apple.com/apple-events/june-2013