De onde vem as boas idéias?

Steven Johson é um pesquisador americano, que saiu em busca de conhecer de onde vem as idéias, não simplesmente uma idéia, mas “A” idéia.

Depois de alguns anos de estudo, ele chegou a uma conclusão. Publicou um livro(cujo nome eu emprestei para entitular nosso post) para mostrar a todos sua descoberta.

Esse vídeo, é a idéia do autor condensada. Dá pra entender de onde e como elas surgem.

Assista, reflita e pratique. O que move o empreendedorismo são as boas idéias!

Anúncios

Mortalidade das empresas e o auto conhecimento.

Aqui no Brasil, muitas micro e pequenas empresas não sobrevivem aos seus cinco primeiros anos de vida, esse “muitas” significa algo em torno de 53% a 65%. É um índice grande de mortalidade, um número preocupante.

2011_07_06-falencia

Cada empresa que fecha, é um montante de capital investido sem retorno, que provoca um efeito em cadeia, trazendo um prejuízo para todos os envolvidos: funcionários, fornecedores, clientes e principalmente os empreendedores.

Mas, o que leva uma empresa ao fracasso? São muitas as razões, vamos citar algumas: falta de conhecimento do mercado, paixão excessiva (quando você imagina uma oportunidade, e cria um relacionamento utópico, ignorando qualquer aviso de que essa idéia não trará resultados), falta de controle financeiro e uma falta de conhecimento das habilidade necessárias para empreender.

Sei que todos os itens acima são citados em bastante artigos, por consultores…e é claro que são importantes. Mas, nesse texto, focaremos no “autoconhecimento das habilidades”, que é, na minha opinião, a que deveria ser a primeira a ser observada.

Toda pessoa que quer ter seu próprio negócio, tem que desenvolver algumas habilidades necessárias para o bom andamento do seu “investimento”. Isso envolve, primeiro de tudo, uma introspecção, uma viagem pra dentro de si mesmo.

As habilidades que devem ser buscadas, são esta:

Habilidades de negociação – como eu negocio prazos? como eu consigo descontos? eu sou bom ou ruim? Eu gosto de fazer isso? Sou muito competitivo?

Hábitos – entender quais hábitos eu preciso mudar, conhece minhas deficiências, tenho hábitos que prejudicaram a condução do negócio? Sei como criar e manter novos hábitos?

Empreendedorismo – saber estar atento a novas oportunidade, consigo pensar a longo prazo? Sei adiar recompensas?

Inteligência emocional – Sei que não posso ser dominados pela emoção? que devo ter um domínio sobre elas?

Administração do tempo – sou uma pessoa que vive correndo, sem tempo pra nada?

Liderança – que tipo de líder eu sou, sou muito permissivo, mando de mais, mando de menos, sei dar um feedback, sei elogiar?

É importante saber que uns nascem com algumas dessas habilidades mais desenvolvidas que os outros, mas qualquer uma delas, é possível o “treino” para o desenvolvimento desejado. Porém, para que esse treino ocorra, é imprescindível saber em qual delas você é melhor ou pior.

Pense nisso! A economia agradece e seu investimento também.

Conheça as novidades da Apple apresentadas por Tim Cook na WDC 2013

Hoje aconteceu a fala da Apple no WDC 2013 (WordWilde Developers Conference), e todos esperavam ansiosos pela novidade! E com razão, pois foi aí, que anos atrás nossas vidas mudaram: Steve Jobs, em seu estilo magestral, nos trouxe o iPhone, revolucionando toda a linha de telefonia e a forma como nós usamos o telefone. Em, seguida nos trouxe o iPad, que de inicio foi uma decepção… e hoje, muitas pessoas não conseguem se imaginar sem o seu.

Steve Jobs não estava lá, mas Tim Cook parece que aprendeu a lição com seu antecessor: deixou a platéia e o mundo preso nas novidades que apresentava. Aproximadamente cinco mil pessoas estava presentes no evento, e todos os grande veículos, estavam veiculando, nas redes sociais, em seu próprio website, o que estava sendo apresentado.

O CEO Tim Cook começou Worldwide Developers Conference, anunciando uma versão redesenhada do iOS que ele diz, é a atualização mais significativa para o sistema operacional desde a sua introdução no iPhone em 2007. Criado sob a orientação do chefe de design da Apple, Jony Ive, ostenta uma nova interface com novas cores, ícones e camadas transparentes, será chamado de iOS 7(Segue foto da nova interface).

 

Imagem

Durante uma apresentação de duas horas, Cook, acompanhado por altos executivos da empresa, também, revelou: Mac OS X Maverics com melhor suporte a múltiplos monitores e aperfeiçoamentos no Finder e no Safari; iTunes Radio, novo serviço de música por streaming gratuito para quem tem um gadget da Apple(disponivel primeiro para os EUA, e depois para os demais países); Novos MacBook Air, com processadores Intel da nova série Haswell e Wi-Fi melhorado; Novo Mac Pro, com suporte a monitores de resolução 4K Ultra HD; iWork for iCloud, a versão na nuvem dos aplicativos de escritório da Apple e iOS no carro, recurso que permite conectar um iPhone ao painel de certos veículos. Ah! uma inovação importante a Siri agora responde a muito mais questões!

Os investidores não ficaram tão animados quanto os clientes da Apple fans:  As ações da Apple apenas 9 centavos de dólares, fechando a US$441,72, Isso é um aumenta de 0,02%.

Para quem quiser assistir a conferência, e tirar suas próprias conclusões, segue o link: http://www.apple.com/apple-events/june-2013

E se as famílias de Guerra dos tronos, existissem nos dias atuais?

Todo empreendedor deve estar antenado no que está ocorrendo no mundo, porque, nunca se sabe de onde por vir uma oportunidade. Como sei que você ,caro leitor, faz parte desse grupo, vamos falar um pouco de um fenômeno que está assolando a cultura pop: As crônicas de gelo e fogo, ou como é mais conhecida no Brasil, Guerra dos tronos.

Para quem nunca ouviu falar, aqui vai. Guerras dos tronos, é uma série de livros escrita por George R.R Martin, que conta a história de um mundo fictício, onde quem governa é o mais forte e inteligente. A trama ocorre nesse ínterim, e a pergunta que fica é: quem vai ser o Rei?

A emissora de TV americana HBO, percebendo uma oportunidade, resolveu transformar essa história em uma série, e ela está fazendo um sucesso muito grande no mundo todo!

Como vocês podem ter percebido, apesar de ser uma história que se passa num mundo fictício e num tempo idem, podíamos muito bem transporta-la para os tempos atuais, sem grande perdas. E se, realmente, as principais casas que lutam pelo reino de Westeros, fossem trazidas para nosso tempo… o que cada casa seria? Vamos ver!

 

Casa Greyjoy

Casa Greyjoy
Conheça os segredos do mar.

 

Os Greyjoy são uma família que gostam de viver no mar e do mar. Louvam um “deus afogado” como eles mesmo dizem. Se eles existissem nos tempos atuais, certamente estariam no ramo de Cruzeiros marítimos! ferias em alto-mas seriam com eles!

 

 

Casa Baratheon

Segurança é o nosso sobrenome.
Segurança é o nosso sobrenome.

Os Baratheon, não são uma família muito unida. Mas, todos os irmãos tem uma coisa em comum: gostam de guerrear. No nosso mundo de 2013, provavelmente eles estariam no ramo de segurança: patrimonial, pessoal, residencial, carros fortes, carro blindados… e por aí vai! Dessa maneira, seria uma maneira de exercitar um dom ou um gene que teria passado de geração a geração e ainda conseguir ganhar dinheiro com isso.

 

Casa Lannister

Lannister1

 

Os Lannister “sempre pagam suas dívidas”, uma casa de poder, com muito dinheiro… só poderiam estar no ramo de… dinheiro! Eles estariam no ramo bancário, emprestando dinheiro, fazendo com fizéssemos dividas com eles, e nos fazer sempre pagar nossa dívida. Provavelmente, também estariam com Grupos de investimento, fazendo o dinheiro se multiplicar, trabalhando com riscos. (Os bancos Safra, se chamariam  Banco Lannister)

Casa Stark

O inverno está chegando... fique longe dele com as roupas de neve STARK!
O inverno está chegando… fique longe dele com as roupas de neve STARK!

 

Os Stark, moram no lugar mais frio do reinado, e parecem gostar… se você fosse visitar um país com neve, provavelmente você compraria uma roupa da Stark! Eles seriam especialista em roupas para andar no inverno, não no inverno brasileiro, mas o inverno do Alaska, por exemplo!

 

Casa Targaryen

Voe com seguranças nos nosso "dragões"
Voe com seguranças nos nosso “dragões”

Como, provavelmente, não teriam os dragões, o negócios dos Targaryen continuaria a ser dominar os ares, mas dessa vez, com aviões. Teriam aeronaves equipadas com segurança e confiabilidade.

(Todas as imagens foram criadas pela equipe da http://www.shutterstock.com/  

Para mais informações, consulte os Termos de Serviço da Shutterstock.)