Mortalidade das empresas e o auto conhecimento.


Aqui no Brasil, muitas micro e pequenas empresas não sobrevivem aos seus cinco primeiros anos de vida, esse “muitas” significa algo em torno de 53% a 65%. É um índice grande de mortalidade, um número preocupante.

2011_07_06-falencia

Cada empresa que fecha, é um montante de capital investido sem retorno, que provoca um efeito em cadeia, trazendo um prejuízo para todos os envolvidos: funcionários, fornecedores, clientes e principalmente os empreendedores.

Mas, o que leva uma empresa ao fracasso? São muitas as razões, vamos citar algumas: falta de conhecimento do mercado, paixão excessiva (quando você imagina uma oportunidade, e cria um relacionamento utópico, ignorando qualquer aviso de que essa idéia não trará resultados), falta de controle financeiro e uma falta de conhecimento das habilidade necessárias para empreender.

Sei que todos os itens acima são citados em bastante artigos, por consultores…e é claro que são importantes. Mas, nesse texto, focaremos no “autoconhecimento das habilidades”, que é, na minha opinião, a que deveria ser a primeira a ser observada.

Toda pessoa que quer ter seu próprio negócio, tem que desenvolver algumas habilidades necessárias para o bom andamento do seu “investimento”. Isso envolve, primeiro de tudo, uma introspecção, uma viagem pra dentro de si mesmo.

As habilidades que devem ser buscadas, são esta:

Habilidades de negociação – como eu negocio prazos? como eu consigo descontos? eu sou bom ou ruim? Eu gosto de fazer isso? Sou muito competitivo?

Hábitos – entender quais hábitos eu preciso mudar, conhece minhas deficiências, tenho hábitos que prejudicaram a condução do negócio? Sei como criar e manter novos hábitos?

Empreendedorismo – saber estar atento a novas oportunidade, consigo pensar a longo prazo? Sei adiar recompensas?

Inteligência emocional – Sei que não posso ser dominados pela emoção? que devo ter um domínio sobre elas?

Administração do tempo – sou uma pessoa que vive correndo, sem tempo pra nada?

Liderança – que tipo de líder eu sou, sou muito permissivo, mando de mais, mando de menos, sei dar um feedback, sei elogiar?

É importante saber que uns nascem com algumas dessas habilidades mais desenvolvidas que os outros, mas qualquer uma delas, é possível o “treino” para o desenvolvimento desejado. Porém, para que esse treino ocorra, é imprescindível saber em qual delas você é melhor ou pior.

Pense nisso! A economia agradece e seu investimento também.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s