Destaque

S.M.A.R.T: Como colocar seu(s) objetivo(s) em ação

Dando continuidade ao post anterior, hoje vou falar de uma ferramenta que também vai lhe ajudar na hora de colocar algum objetivos que você tenha definido em ação. Vale tanto para sua empresa ou para um objetivo pessoal.

d98c6-1mowzlv9gh81dgflyfv1hzw

O acrônimo SMART é composto pelas palavras: Specific, Measurable, Attainable, Realistic e Timely. Calma! caso você não entenda nada de inglês, já vou traduzir e explicar como usar cada uma dessa palavras no desenvolvimento do seu objetivo. Mas, antes, vamos fazer uma volta ao tempo e descobrir quem criou e porque essa ferramenta foi criada.

O ano era o de 1981, George T. Duran, cansada de ferramentas complicadas e de um meio acadêmico que não olhava para a massa e o público em geral, decidiu criar uma ferramenta simples e que pudesse ser usada por qualquer pessoa que estivesse com dificuldades em desenvolver, desenrolar, não conseguir colocar em prática, o que estava em mente. Dessa maneira, surgiu o artigo “There’s a S.M.A.R.T. Way to Write Management’s Goals and Objectives” e o começa da popularização dessa tão importante metodologia. (Para ler o artigo original, clique aqui)

Claro que ao longo do tempo, algumas alterações foram acrescentadas ao SMART conforme as empresas/pessoas foram utilizando. Muitos objetivos não atendem a todos os critérios (as 5 palavras que formam o acrônimo), o ideal para que se consiga um melhor proveito da ferramenta, é que se consiga atender o máximo possível para um melhor uso da ferramenta.

Apresentações – e contextualização feita – vamos ao que interessa respondendo a pergunta: como usar a ferramenta SMART?

(S) SPECIFIC: SEJA ESPECÍFICO

Detalhe, detalhe, detalhe!! O que você realmente quer? Seja bem específico. Quanto mais detalhado você for, mais fácil será para o desenvolvimento dos próximos passos. (Não esqueça de descrever “como”fará)

(M) MEASURABLE: DEFINA OBJETIVOS MENSURÁVEIS

Depois que você executar as ações planejadas, como saberá se atingiu os objetivo?

Defina maneiras de como você irá medir o alcance dos seus objetivos diariamente, mensalmente e anualmente, ou, até conseguir atingi-lo.

(A) ATTAINABLE/ASSINABLE: DEFINA OBJETIVOS ATINGÍVEIS E QUEM IRÁ DESENVOLVER AS TAREFAS

Embora você tenha grandes ambições, mantenha os pés no chão para definir seus objetivos. Os números devem ser desafiadores para motivar a equipe, mas não exagere no otimismo, definir metas inatingíveis gera o impacto negativo da frustração da equipe, que entende não ser capaz de chegar aos resultados esperados.

No segundo momento, se você está desenvolvendo um meta para sua empresa, aqui é o momento de elencar as tarefas e quem será o responsável pelos desenvolvimentos das mesmas.

(R) REALISTIC: SEJA REALISTA

O (R) está muito relacionado com o (A) que falamos anteriormente: para definir objetivos atingíveis, você precisa conhecer a realidade do seu negócio (ou seja lá sobre o que você está fazendo).

Lembre-se que mesmo você conhecendo o seu potencial e das pessoas com quem está trabalhando, todos tem limitação. Entenda e coloque elas em mente, para não se sobrecarregar e não sobrecarregar alguém.

(T) TIMELY – DEFINA UM PRAZO

Planeje seu objetivo e defina uma data. Não dê muito tempo – isso pode te levar a começar uma procrastinação e no consequente abandono do projeto.

Caso não consiga entregues no prazo estipulado, avalie o que deu errado e refaça as estratégias, dessa vez com um prazo mais condizente.

 

7de71-1e9htovmvepwhemxwmmwxbq

 

Mãos a obra! Agora que você já descobriu como definir objetivos SMART, é hora de começar a trabalhar. A medida que você for criando o seu objetivo, novas dúvidas irão surgir, volte aqui no post para conferir, e se não conseguir mesmo assim, não hesite em entrar em contato.

Anúncios

6w2h: Como colocar seu plano em ação

(Esse é um update de um post escrito em 2013, clique aqui para ler.)

Planejamento é necessário, na área empresarial é a palavra chave, seguida da execução (Não tem sentido gastar recursos ao fazer um planejamento e não colocar em execução). Muitas vezes o projeto não é colocado em prática por falta de ferramentas que ajudem na hora do desdobramento; falta de definição do que será feito, por quem, e até quando.

Vou falar de duas ferramentas que podem ajudar na hora da execução: 6W2H e SMART.

(Vou dividir esse artigo em dois: nesse falarei sobre o 6w2h e no próximo, falarei sobre o SMART)

Essas ferramentas podem ajudar a colocar em prática qualquer planejamento, pessoal ou para empresas. Desde o Plano de negócios até um Plano de internacionalização; de uma viagem ou até a compra de um carro.

Gosto da democratização de ferramentas administrativas, pois quanto mais empresários (principalmente os micro e pequenos) souberem, maior a chance de facilitar o desenvolvimento de negócios e consequentemente, a prosperidade dos mesmos.

Vamos detalhar as duas ferramentas, para todo mundo aprender e sair aplicando.

6W2H

O nome dessa ferramenta se dá porque ela é formada por palavras inglesas, que são: What, Why, Where, Who, When, With, How much e How.

Para começar a desenvolver essa ferramenta, primeiramente, você deve definir seu objetivo principal, na sequência, quebrá-lo em pequenas partes. Essas pequenas partes, deverão ser detalhadas em cada item do 6w2h.

What : o que fazer? Nesse item, será descrito o que a deve fazer, detalhadamente!

Why:Porque fazer? Descreva a relevância de fazer isso. Se você não consegue achar nada para responder esse item, provavelmente este item deve ser eliminado…

Where: Onde será feito? Neste item, deve ser especificado o local onde ocorrerá a ação.

Who:  Quem será o responsável pela ação?

When: Quando será feito? Deve ser estipulado o prazo máximo de entrega.

With: Com que recursos? Notem que foi usado a palavra recursos, que é bem abrangente, podendo se tratar de pessoas ou até mesmo dinheiro.

How much: Quanto vai custar essa ação?

How: Aqui será feito um detalhamento, tudo que não foi comentado até agora, será posto neste último item.

O Ideal é que seja feita a criação de uma planilha no excel, uma tabela em uma folha de sulfite ou até em uma folha maior, deixando ela de fácil acesso e visualização para todos os envolvidos.

—-

Certamente, a execução de qualquer planejamento será facilmente executado depois da apresentação dessas metodologias. Aqui, foi procurado passa-las de uma maneira muito didática, para fácil aplicação. Esperamos que seja de grande ajuda!

(Continua PARTE II, na próxima semana)