O que ninguém conta a você sobre a agricultura no Brasil


Dia 28 de julho, aqui no Brasil é comemorado o dia do Agricultor. Quando se fala em agricultor, muitas vezes remete a ideia de um caipira, desinformado, quase que um “Jeca Tatu” (criado e imortalizado por Monteiro Lobato). Certo? Bom, quem ainda tem essa mentalidade, precisa rever seus conceitos.

Colheita de soja
Colheita de soja

Agricultor, hoje é um empresário rural, um exemplo de empreendedor, que precisa de muita resiliência e um dos que mais estão expostos a risco: quando se inicia um empreendimento agrícola, não se sabe como seguirá o clima até a colheita… por se produto ser uma commodity, sofre variações de preços de acordo com o mercado internacional, isso para levantar alguns riscos. Cada vez mais, esse empreendedor rural, precisa de achar maneiras de mitigar seus riscos e conseguir uma boa lucratividade.

E quando analisamos o cenários econômico nacional, percebemos que ele está conseguindo, já que o agronegócio continua a ser a locomotiva da balança comercial brasileira. Segundo a secretaria de Relações internacionais do Ministério da Agricultura, as exportações desse setor alcançaram aproximadamente 100 bilhões em 2013, esse valor representa uma alta de 4,3%, se comparado com 2012.

Estados Unidos, Países Baixos, Alemanha e Hong Kong, absorvem quase metades de todas as exportações desse setor. A China, com sua Classe média ascendente e seus mais de 1,2 billhões de habitantes a serem alimentados, é o nosso maior comprador. Para atender a toda essa demanda, segundo o CONAB(Companhia Nacional do Abastecimento), a expectativa é de que nesse ano, o Brasil seja o maior produtor de soja do mundo! (Posto hoje ocupado pelos Estados Unidos).

Em 2050, teremos uma população estimada em 9 bilhões de pessoas, alimentar essas pessoas, será o grande desafio. O Brasil, nesse cenário, terá um grande papel a desempenhar, e todos os agricultores-empreendedores-empresários-rurais também. Para produzir mais, será preciso mitigar os riscos e aumentar os ganhos. Aí é que entra a tecnologia e conhecimento, segundo a Confederação Nacional da Agricultura(CNA), no Brasil, 70% das áreas agrícolas são ocupadas pelos pequenos e médios produtores, e pasmem, eles respondem apenas por 7,6% da produção nacional!

Um desafio a ser superado nos próximos anos, estimular a continuidade das pequenas propriedades, com sustentabilidade e produção, formando agricultores empresários, facilitando o acesso a tecnologia e fazendo um benchmarking das grandes propriedades, para as pequenas. Papel que terá que ser estimulado e desenvolvido por Universidades, poder público e privado.

E para os empreendedores de plantão… depois de todos os fatos analisados, aposto que ideias fervilharam! Mãos a obra! E finalmente, atrasado, mas em tempo: Parabéns a todos os agricultores do Brasil!

 

Com informações do HSBC Global Connections.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s