Porque agir confortavelmente com o desconforto é crucial para o sucesso


Em um mundo cada vez mais competitivo, perigoso e acelerado, você tem que assumir riscos, sair da sua zona de conforto, agir no desconforto da incerteza… quem faz isso, certamente, colherá melhores e maiores resultados.

Todo mundo se lembra de quando começou a faculdade, certamente essa é uma época em que saímos, total, de nossa zona de conforto. Se você cursou uma faculdade longe da casa de seus pais, você saiu muito da sua área de conforto, mais do que aqueles que cursaram uma faculdade mais perto. Essa pode ser a primeira, podemos perceber que se não estivéssemos arriscado, entrado para uma faculdade, não estaríamos onde estamos hoje. (Notem que eu peguei o inicio de um curso de graduação como exemplo, mas você, pode substituir isso porque qualquer outro evento que simboliza sua “primeira saída da zona de conforto”).

Quando saímos da zona de conforto, entramos em uma zona de coragem. O fato de você ter entrado nessa nova zona, já te traz novos oportunidades, capacidade de criar e uma influência para novas decisões que envolvem zona de conforto X zona de coragem.

 

Quem não sai da zona de conforto, não conhece sua própria força...
Quem não sai da zona de conforto, não conhece sua própria força…

Margie Warell, uma reporter da Forbes Magazine, fez uma entrevista com vários empreendedores de sucesso, para fazer seu livro “Stop playing safe”, e chegou no denominador comum, ou o ponto em que a fala de todos convergiam: todos os empreendedores de sucesso, forjaram seu próprio caminho, e que no atual mundo em que vivemos, globalização, concorrência acirrada, só alcançaremos nossas metas, chegando ao sucesso, se estivermos dispostos a aceitar a mudança e arriscar o desconforto do fracasso. Resumindo, devemos estar dispostos a se sentir confortável com o desconforto envolvido com a tomada de riscos.

Ao longo de nossas carreiras devemos continuamente avaliar se estamos deixando o nosso medo do fracasso nos impedirde tomar ações, e se engajar nas conversas, que vai nos mover para a frente e trazer o impacto que queremos. Novamente e novamente nós temos que decidir:

  • Eu continuo fazendo o que sempre foi feito, ou crie novas soluções para velhos problemas?
  • Eu proativamente buscar novos desafios ou apenas gerencio aqueles que tenho?
  • Não corro o risco de ser exposto e vulnerável, ou estou agindo para proteger o meu orgulho e pseudo “poder”?
  • Eu pergunto por que eu realmente quero, ou aceito o que outros querem me dar?
  • Eu “dou a cara pra bater” para garantir que os outros saibam o que eu sou capaz de fazer, ou não “ligo para que os outros acham” por isso não arrisco?
  • Eu falo o que penso ou morder o lábio, para que eu não penas plissado ou me sujeitar às críticas?

Claro, estar disposto a assumir um risco não significa que tudo o que você tentar vai dar certo. Mas, como cada pessoa bem sucedida irá dizer, é só por estar disposto a cometer erros e tentar algo novo que você pode sempre fazer mais do que aquilo que já foi feito antes.

Daqui a dez anos haverá pessoas que alcançaram o sucesso. Enquanto não sabemos o que eles vão ser, uma coisa é certa – eles não vão ser pessoas que tenham ficado dentro de sua zona de conforto. Ao contrário, eles serão as pessoas que continuaram a “esticar-se”, mesmo quando as coisas estão indo bem, e que estão dispostos a falha ou parecer loucos ao arriscar. A pergunta é – você será uma delas?

No nosso mundo cada vez mais competitivo, há pouca segurança em ficar somente no “seguro”. Estar disposto a sair da zona de conforto e abraçar o desconforto é cada vez mais crucial para o sucesso no trabalho e na vida.

 

Este artigo foi adaptado do original, http://www.forbes.com/sites/margiewarrell/2013/04/22/is-comfort-holding-you-back/” , da Forbes Magazine.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s